17 maio 2009

Coldplay, uma banda cristã ?!



"Em meu lugar, em meu lugar estavam às linhas que eu não poderia mudar... Eu estava perdido, eu estava perdido, cruzando linhas que eu não deveria ter cruzado... Eu estava com medo, eu estava com medo, cansado e despreparado, mas eu esperarei por aquilo/Se Você for, se Você for e me deixar para baixo aqui sozinho, aí eu esperarei por Você." — de "In My Place".





Coldplay, uma das bandas mais conhecidas mundialmente apresenta traços espirituais nas suas canções e em suas vidas, principalmente na do vocalista Chris Martin. De acordo com entrevistas e artigos o vocalista nasceu em um lar cristão, filho de um pastor, mas tem expressado confusão e por isso ha um interesse por ele e a banda das pessoas. O primeiro álbum, contém com exemplos de arrependimento e redenção. A última canção do primeiro CD "Amsterdam" expressa a depressão e o estado de espírito de um homem em situação desesperadora. Muitas letras da banda são abstratas, confusas mas os temas são aplicáveis à matérias da fé como são as matérias do coração.




Em uma entrevista, Chris Martin diz ler a bíblia regularmente e os quatro membros dizem ter adimiração pela opnião cristã. Em um jornal da New York Daily News, ele diz que ''nunca se rebelou a fé cristã de sua mãe''. Uma entrevista mais recente com o site entertainment Weekly.com, Martin disse "eu não sou agnóstico, porque eu acredito definitivamente em Deus". Martin tem uma conduta correta em relaçao a bebidas e a palavras torpes, para um canalPara o canal Eurochannel, disse: “Amo meus sucos naturais. Para que beber se me dou ao bem com eles?”


As comparações das letras com a bíblia, e Deus são muito precisas.A canção "God Put a Smile Upon Your Face" (Deus colocou um sorriso no seu rosto) mostra referências ao Onipotente: "E quando você resolve tudo, eu estou pior que você/Quando você resolve tudo o que eu queria/E ah, quando você resolve onde estabelecer os limites/Seu palpite é tão bom quanto o meu." Talvez ele está falando sobre o pecado e o prazer e que somos pecadores e não correspondemos. E na mesma música ele canta sobre o perdão de Deus: “Nunca diga que está um pouco deprimida quando/Deus te deu estilo e graça/E colocou um sorriso em seu rosto."


Diversas músicas fala de uma pessoa que busca algo supeiror.
A faixa "Fix You", escrita para a esposa de Martin após a morte de seu pai, é como uma oferta de paz e conforto oferecida ao cansado: “As luzes te guiarão em repouso e inflamarão seu ossos/E eu tentarei te reparar", cabendo aos ouvintes decidir-se quem eles irão oferecer para reparar sua alma.


Inspirado pelo nascimento de sua filha, o single "Speed Of Sound" fala sobre os milagres e maravilhas, similar ao questionamento de Deus em Jó 38-42 - não é menos espiritual do que a canção de Michael W. Smith, "Signs".


O álbum encerra com “Until Kingdom Come” (Até que o Reino venha), uma canção escrita por Johnny Cash pouco antes de sua morte em 2004. Se dirige a Cristo, fala sobre a volta do Messias e é focalizado ainda no amor eterno e o paraíso: “Por você eu esperaria para sempre/Até meus dias, meus dias acabarem/E diga que você virá me libertar”, e ainda diz: “Em suas lágrimas e no seu sangue/No seu fogo e na sua inundação/Te ouço sorrir, te ouvi cantar”.


Bom, Coldplay não é uma banda ''cristã'', mas as suas letras permitem uma interpretação de amor mais profundo, de algo superior. Não há dúvidas para a sua afinidade por causas políticas nas letras, mas baseado em algumas de suas letras é difícil pensar que Martin não havia tentado também introduzir algumas referências espirituais específicas.



13 comentários:

Galli disse...

COLDPLAY!!

Podemos também analisar outras letras não citadas, como a da música "A Mensagem", do álbum 'X&Y':

"Minha canção é amor
Amor para o sem-amor
E isso sobe
Você não tem que ficar só
Seu coração pesado
É feito de pedra
E é tão difícil ver claramente
Você não tem que ficar sozinha"

É verdade que algumas das letras podem ser analisadas e entendidas com conotação romântica, mas a ambiguidade de outras nos deixa a pensar sobre o assunto.

"Bom, Coldplay não é uma banda 'cristã', mas as suas letras permitem uma interpretação de amor mais profundo," [2]
Muito boa a matéria!
Abraços!

nilo disse...

Coldplay cristão?

haahah

jo disse...

tem letras que eles falam de Deus claramente. se eles sao cristao eu nao sei, mas cada um interpreta como quiser.
Meu amigo ja se converteu ouvindo madonna hahaa..pq nao coldplay! ahhaha

nilo disse...

aeihauhue

tudo é possivel

Anônimo disse...

existe vers.42 no capitulo 38 no livro de Jó?

Junão disse...

Creio que eles podem individualmente ser crsitãos e isso influenciar em suas músicas...E sim, Deus pode usar as letras deles pra alcançar alguém. Por que não?

Missões para Todos disse...

Super matéria... acho interessante esse grupo e tbem o U2... abraços

*+*ONELIGHT - Rede Jovem*+* disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Bem... Eles com certeza não devem ser servos como eu pelo fato de não estarem na igreja todos os dias ou tocar na igreja todos os dias mais o fato de a banda influenciar os termos bíblicos em suas musicas com certeza vai os ajudar muito pois através disso eles mostram para Deus q têem confiança e acreditam em seus mandamentos mesmo que tenham pouco conhecimento (apesar de eu não saber o conhecimento Deles) mais uma coisa é certa espero Vê-los no RIR2013 SIIIM!!!

Anônimo disse...

Querido anonimo! Saia da igreja, e vá mostrar Deus para as vidas perdidas e pegue como exemplo a banda coldplay, que toca em vários lugares do mundo! Levando o amor de Deus pras pessoas...

Bruno Prazeres disse...

Gostei do blog pessoal!!! Fera mesmo!!! Agora falando sobre o grupo, creio que devemos reter o que é bom, pois até aqueles grandes artistas declaradamente mundanos tem os seus lapsos de excelência divina!!!
Grande abraço a todos!!! Me visitem tbm!!! Fui...

http://blog-dos-adoradores.blogspot.com.br

Clécia Ferreira disse...

É... não existe Jó 38:42

E nem toda música que menciona o nome de "Deus" necessariamente é cristã...

Precisamos analisar como um todo, pois, as músicas são ambíguas, cada um analisa ao seu modo.

Eles tem uma música boa, um som agradável aos ouvidos...

Anne Caroline disse...

Coldplay me toca a alma e me faz querer continuar.. sempre soube que ali havia inspiração de uma força maior <3