13 fevereiro 2008

Fala Clésio! dia 13/02/2008


Descanso em tempo de fadiga

O Senhor é o meu Pastor; portanto, não me faltará DESCANSO. “Deitar-me faz em verdes pastos” Sl.23:2

Estamos vivendo numa época de fadiga extrema. Nossas mentes acham-se cansadas. Nossos corpos estão cansados. Nossos corações estão cansados. Nosso sistema nervoso está fatigado. Tudo ao nosso redor está cansado e exausto. Vivemos num redemoinho constante e incessante de coisas, como elas realmente são. Milhares de estranhos turbilhões, no curso da vida, parecem apanhar-nos diariamente, a ponto de dificilmente sabermos onde estamos e por qual razão ali estamos.

Muitas vezes estamos fatigados, bastante para desistir de tudo. Fatigados em nossas almas. Fatigados em nossos espíritos. Fatigados em nossas mentes. Fatigados em nossos corações. Fatigados em nossos nervos.

Ora é em situação tão crítica que o Senhor Jesus vem e se oferece como Pastor capaz de guiar cada uma de Suas ovelhas para lugares tranqüilos, onde podem deitar-se e descansar. Ele guarda não somente os nossos corações, mas até as nossas próprias mentes. (KETCHAM, Roberto. Salmo 23, O. 3ª ED. São Paulo, Editora IBR, 1981).

Vale a pena procurar descanso no Senhor, o nosso Pastor. Se hoje você está cansado, é hora de se entregar totalmente a Ele.

Pr.Clésio

2 comentários:

Ivan disse...

É o meu Pastor e tento colocá-lo sempre a frente de meus objetivos e de tudo o que faço. Mas tenho dificuldade, porque em toda a minha vida eu nunca orei ao amanhecer (e nem ao entardecer, nem a noite e nem em momento algum) para pedir a sua benção durante o dia em todas as coisas que farei. Atualmente já tenho orado em algumas manhãs, mas as vezes esqueço.
Hoje, por exemplo, acordei correndo e aí já era.

jo disse...

Antes de nos entregarmos para Ele, tentamos de tudo, todas as soluções que não envolvem Deus.
Pensamos, quebramos nossa cabeça pensando em como resolver os problemas, como sair de uma situação difícil. Quando se esgotam as possibilidades e já estamos fatigados, aí sim lembramos que têm um Deus.
Eu acho que a gente é meio estranho. Se me perguntarem, eu reconheço a soberania de Deus, mas na prática ela sempre está atrás de mim mesmo. Burrice.