02 setembro 2009

Livro Preto

Viagem a trabalho. Caminhar sozinho, jantar sozinho, dormir sozinho.
Eu na cama, olhos fitos no teto. Os pensamentos vagueiam solitáriamente.
Dia cheio...
..quarto de hotel vazio.

Eis que vejo o tal livro preto sobre o criado-mudo. Ele lá, eu cá.
Meus olhos desviam em direção ao espumante sobre o frigobar.
Garrafa cheia...
...copo vazio.

Saudades do barulho. Até da minha própria voz.
Eis que, finalmente, chega minha companhia.
Camisinha cheia...
...carteira vazia.


Volto a solidão. Só eu e meus pensamentos.
Eis que o livro preto me olha novamente.
Ele; cheio de páginas, cheio de esperança...
eu; de coração vazio, alma vazia.

Mas nao tem problema.
Já vai amanhecer.
O dia será cheio...
...e eu continuarei vazio.
texto de Thiago André Monteiro.

8 comentários:

=) disse...

Ameeei.! poreeem é triistee.! ushuahuahsuhaashu falaa a vdd,triste verdade.!

nilo disse...

é, o nosso relaxo!

=) disse...

éé... por isso é triste.! =/

Galli disse...

Forte

gab . disse...

realidade , !

baudecronicas disse...

Só para deixar registrado e para divulgar um pouco mais o meu site/blog, este texto foi originalmente publicado em http://baudecronicas.wordpress.com

Visitem, divulguem, comentem...

Que bom que gostaram do texto!

Thiago André Monteiro

baudecronicas disse...

Só para deixar registrado e para divulgar um pouco mais o meu site/blog, este texto foi originalmente publicado em http://baudecronicas.wordpress.com

Visitem, divulguem, comentem...

Que bom que gostaram do texto!

Thiago André Monteiro

nilo disse...

Muito bom Thiago!
Deus te abençoe!