28 janeiro 2008

Fala Clésio! dia 28/01/2008

Queridos leitores de nosso blog,

Graça e paz,

Esta semana se inicia uma das festas brasileiras mais famosas do mundo, o Carnaval. Primeiro quero falar um pouco sobre ela e depois comentá-la.
Para alguns pesquisadores o Carnaval tem raízes históricas que remontam aos bacanais e a festejos similares em Roma; alguns historiadores mais ousados chegam mesmo a relacionar o Carnaval a celebrações em homenagem à deusa Ísis ou ao deus Osíris, no Antigo Egito. Uma outra corrente acredita que a festa iniciou-se com a adoção do calendário cristão.
A festa carnaval teve seus primeiros relatos em Roma XI. Em Roma havia uma festa, a Saturnália, em que um carro no formato de navio abria caminho em meio à multidão, que usava máscaras e promovia as mais diversas brincadeiras. Essa festa foi incorporada pela Igreja Católica, e segundo alguns a origem da palavra Carnaval é carrum navalis (carro naval). Essa etimologia, entretanto, já foi contestada. Actualmente a mais aceita é a que liga a palavra "Carnaval" à expressão carne levare, ou seja, afastar a carne, uma espécie de último momento de alegria e festejos profanos antes do período triste da quaresma.
Apesar de verificarmos que a festa do Carnaval para muitos é apenas uma brincadeira, percebemos claramente que ela é idólatra (algumas cores de escolas de samba é para homenagear santos católicos e deuses dos orixás), profana e imoral. Nós, evangélicos devemos rejeitar essa festa, por ir contra totalmente a princípios bíblicos. Devemos nesta época fazer exatamente o contrário da grande multidão, devemos buscar a Deus, consagrar mais a nossa vida Àquele que é o nosso Senhor e o nosso Salvador – JESUS CRISTO!

Um forte abraço a todos

Pr.Clésio

4 comentários:

Junão disse...

Concordo com o Pr. Clésio, mas faço uma ressalva.
No período do Carnaval a igreja sai em retiro, o que é bom. Porém o ato de sair, penso eu, é uma permissão que damos ao nosso inimigo para reinar durante esses dias. Acredito que poderíamos ficar no carnaval durante todos esses dias em regime de "plantão", atendendo aqueles que precisam.
Abraços

jo disse...

é difícil pros outros entenderem que nós não "pulamos" carnaval. Como assim? o que você faz?
mas o nosso carnaval é quase sagrado que tenha um acampamento, um retiro.
Entendo o que o Clésio disse também como o que o Junão disse.
Consagrar a vida a Deus no período do carnaval também significa ajudar os que precisam bem nesse momento!

Ivan disse...

Com certeza o Carnaval é um momento totalmente afastado de Deus (pelo menos para as "pessoas do mundo"). As vezes soa até contradição nos retirarmos e deixarmos o mal sobresair. Talvez o ideal seria o "PLANTÃO" que o Junão citou. Mas por final acredito que o retiro é importante sim. Temos um momento de crescimento espiritual fundamental para mantermos nossa caminhada evangelistica durante o ano.

Ivan disse...

Ágora, no pós retiro, eu posso dizer que foi um tempo ótimo com Deus. Me aproximei da PALAVRA e me sinto mais preparado para o dia-a-dia.
Agora, vamos passar o ano ligado, fazendo o PLANTÃO do Junão...